MECÂNICA NEWTONIANA

De comum acordo com SYMON, KEITH R., (1996), afirmando- se a exatidão da Física, enquanto ciência, compreende- se que suas leis, uma vez expressas em forma de equações matemáticas, predizem e descrevem os resultados de medidas quantitativas precisas. Não só a praticidade, mas o poder de prever precisamente e controlar o fenômeno natural, é uma vantagem de uma teoria física quantitativa.

Segundo SYMON, KEITH R., (1996), o primeiro ramo da Física a ser desenvolvido como uma ciência exata, foi a Mecânica. Começou com Newton e Galileu, o grande desenvolvimento da Física, quando descobriram as leis da mecânica. Leis essas, formuladas por Isaac Newton, em meados do SÉC.XVII, e as leis de eletricidade e magnetismo, formuladas por James Clerk Maxwell, duzentos anos depois aproximadamente, sendo essas, as duas teorias básicas da Física Clássica. Coube a Isaac Newton, a formular as três leis da Mecânica Clássica de maneira completa.

Vejamos a apresentação de HALLIDAY, RESNICK, WALKER (1996), das três leis de Newton:

  1. Primeira Lei
  2. Segunda Lei
  3. Terceira Lei

São levantadas duas suposições na Física Clássica, de acordo com SYMON, KEITH R. (1996):

  1. Que o comportamento dos instrumentos de medidas não é afetado pelo movimento, desde que a aceleração rápida não ocorra sobre eles, isso quando se refere a velocidades muito grandes;
  2. Pelo menos em princípio, é possível, obter instrumentos capazes de medir qualquer grandeza com uma aproximação tão pequena quanto se queira, falhando em casos extremos, isso para referência a grandezas muito pequenas.

A partir dos defeitos dessas suposições, formam a Teoria da Relatividade e a Teoria da Mecânica Quantitativa.

Contudo, a partir de explicação de SYMON, KEITH R. (1996), no caso de vários fenômenos, a Mecânica Newtoniana é correta com um alto grau de precisão, dando base para as teorias modernas. Tanto as leis como os conceitos da Física Clássica, devem ser modificados de acordo com as teorias modernas. Porém, para uma melhor compreensão dos conceitos modernos, será necessário um entendimento dos conceitos Clássicos.

Essas dificuldades, são evidenciadas aqui, para que se possa estar preparado para aceitação de modificações que, serão introduzidas na teoria. Não implicando que Newton deva ter - se preocupado com este assunto antes das leis do movimento serem enunciadas, pois assim agindo, é provável que nunca teria desenvolvido uma teoria.

Enfim, as suposições que deveram ser alteradas, quando ou de que forma, só podem ser determinadas posteriormente pelos acertos ou erros obtidos na previsão de resultados experimentais.

Referências:

  1. HALLIDAY, David; RESNICK, Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos de Física 1- Mecânica.4. Ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora, 1996.

  2. SYMON, Keith R. Mecânica/ Keith R. Symon. Rio de Janeiro: Campos, 1996.